14 dicas para evitar pragas e doenças na horta

Muitos hortelões novatos desistem de suas hortas caseiras quando precisam enfrentar – e combater – as primeiras pragas, doenças ou ervas daninhas que aparecem. Porém, existem muitas maneiras de evitá-las e de combatê-las, e o melhor,  de maneira natural, saudável, sem precisar abrir mão do cultivo ou usar agroquímicos.

GLOBO RURAL listou abaixo algumas opções para evitar e combater pragas e doenças. Confira:

 

maos-terra-solo-cultivo-horta (Foto: Creative Commons)

Coloque as mãos na terra

Fazendo a manutenção e vistoria regular na horta, é possível identificar doenças e pragas, antes que se alastrem. É importante ter muita atenção e notar se o as plantas estão infectadas. Caso estejam, isole-as para que as doenças ou pragas não tomem o resto do plantio.

Cuide do solo

Um solo ruim evita que as plantas retirem dele os nutrientes necessários para seu crescimento saudável e também ajuda a proliferar pragas e doenças. É importante, além de regar, adubar a terra para mantê-la fértil, sempre coberta com vegetação (folhas secas, capim) para manter a umidade.

 

 

 

rega-horta-regador (Foto: Creative Commons)

 

Regue a horta de manhã

Com as plantas aguadas de manhã cedo, o excesso de água tem o dia todo para secar ou ser absorvido pelo solo. É importante também regar apenas o solo, não as folhas, que ficam expostas a danos causados por fungos, caso fiquem molhadas.

Diversifique a plantação

Manter a diversidade é essencial em uma horta caseira. Como algumas pragas preferem determinados vegetais, se o cultivo for diversificado, é possível evitar que elas se alastrem por toda a plantação. Além disso, algumas plantas são inimigas para pragas que atacam outras espécies e vice-versa.

abelha-flor-inseto-mel-colmeia (Foto: Pierre Guezingar/CCommons)

 

Não mate os amigos da horta

Alguns animais, como abelhas, minhocas e joaninhas têm papéis extremamente benéficos em uma horta caseira e orgânica. É importante não removê-los do canteiro.

 

 

Elimine ervas daninhas…

Remova as ervas daninhas assim que identificá-las. Elas são oportunas para o desenvolvimento de doenças parasitárias que podem arruinar toda a plantação caseira. 

…Mas deixe as plantas espontâneas

É importante reconhecer o que nasce espontaneamente, mas que não é erva daninha. Algumas plantas espontâneas não-prejudicias podem atrair pragas para si, evitando que elas ataquem o cultivo. Algumas plantas são também comestíveis e podem se tornar parte da horta.

Construa canteiros

Com algumas sobras de madeira, é possível construir um simples e bom canteiro, que evita que muitos insetos terrestres invadam a horta e destruam a produção.

Use pesticidas naturais 

Pesticidas naturais são ótimas opções para controlar e eliminar parasitas, evitando que se alastrem para toda horta. Manjericão, alecrim, alho e cebola são boas opções, por produzirem odores repulsivos.

hortela-cultivo-horta (Foto: Creative Commons)

 

Plante vegetais atrativos ou repelentes

Tem um espacinho sobrando na horta? Plantas repelentes ou atrativas são boas opções. Repelentes naturais, como citronela, hortelã e crisântemo, afastam as pragas da plantação. Plantas atrativas, como a capuchinha, podem ser úteis para chamar a atenção das pragas e evitar que elas ataquem o cultivo.

Ou plante atrativos longe da horta

Não tem espaço para cultivar plantas atrativas na horta? Plante-as no entorno da área em que cultiva. Cercando a horta com plantas atrativas, evita-se que pragas invadam o cultivo. Mas é preciso cuidar desse “sistema de defesa”, também. Se as pragas destruírem essas plantas, partirão para o ataque à sua horta.

Use cobertura morta

Uma boa maneira de melhorar a qualidade do solo, evitar pragas e ainda impedir o crescimento de ervas daninhas é a distribuição de palha pela superfície. Isso mantém a temperatura do solo e retém a umidade, ou de folhas secas, que durante a sua decomposição, formam uma camada de matéria orgânica farta que se incorpora à terra.

armadilha-adesiva-horta (Foto: Creative Commons)

 

Adesivos podem ajudar

Armadilhas adesivas são boas opções em lugares onde as pragas circulam com frequência e facilidade. Por terem diversos tipos e finalidades, um profissional deve ser consultado antes que elas sejam instaladas na horta.

Último recurso: inseticida caseiro

Se a planta está infectada e todos os outros métodos preventivos ou combativos fracassaram, um inseticida caseiro pode ajudar. Antes de aplicá-lo, é importante testar em algumas folhas, para certificar que as plantas não serão queimadas ou danificadas. Existem vários tipos de inseticidas caseiros, com diversas finalidades. É recomendável procurar um profissional que recomende o melhor a ser aplicado.

 

Source: Globo Rural

Foi útil a notícia? Seja o primeiro a comentar.
O URL curto do presente artigo é: http://ruralbook.com.br/rbGSiEP

ruralbook

Rodrigo Fraoli – CEO Ruralbook / Designer / Especialista em MKT Digital para o Agronegócio.

* Saiba mais em #mktparaoagro – RURALBOOK *

Você pode gostar...

Seja o primeiro a comentar