Área de soja na safra 2020/21 do Brasil tem potencial de crescimento de 2,5%, aponta DATAGRO

Panorama de intenção de plantio aponta para 14º ano consecutivo de incremento e produção de 131,69 mi t.

O produtor brasileiro deve aumentar a área plantada de soja no Brasil pelo 14º ano consecutivo, segundo levantamento anual de intenção de plantio realizado pela Consultoria DATAGRO. A projeção é de uma área de 37,99 milhões de hectares na safra 2020/21 da oleaginosa, um incremento de cerca de 2,5% sobre os 37,05 milhões de hectares da temporada 2019/20. O aumento deve acontecer em todo o país, mas com maior intensidade nos estados das regiões Norte e Nordeste.

“Sempre é importante observar que qualquer reação mais brusca das cotações nos próximos dois meses pode trazer alteração nessa proporção de aumento, uma vez que naturalmente há predisposição dos produtores em direção à soja.

Foi exatamente isso o que aconteceu em 2013, 2014, 2015 e 2017”, explica o coordenador de Grãos da DATAGRO, Flávio Roberto de França Junior. No último ano, a área efetivamente plantada acabou fechando apenas 0,6% acima da intenção de plantio apontada em julho.

A produção de soja na safra 2020/21 neste levantamento tem potencial inicial de 131,69 milhões de toneladas e, caso confirmada, ficaria cerca de 6% acima de 2019/20 (124,41 milhões de t). A produtividade média deve ter um salto, para 3.466 kg/ha, ante 3.364 kg/ha em 2019/20, segundo a DATAGRO. O potencial de rendimento aponta a manutenção predominantemente positiva no nível tecnológico das lavouras.

O milho também tem tendência de aumento de área na próxima safra, com estimativa potencial total de 4,46 milhões de ha na 1ª safra, cerca de 2% superior aos 4,38 milhões de ha da safra 2019/20. Considerando a hipótese de normalidade climática, e manutenção de elevado padrão tecnológico, a primeira safra de milho tem potencial de produção de 28,39 milhões de t, 9% superior aos 26,10 milhões de t da revisada safra atual. Cerca de 22,63 milhões de t no Centro-Sul e 5,77 milhões de t no Norte/Nordeste.

Na safra de inverno de 2021, embora com números preliminares, a tendência inicial também é de incremento de área, para 14,82 milhões de ha sobre 14,36 milhões de ha neste ano. Um salto de cerca de 3%. A produção tem potencial de 83,74 milhões de t (78,13 milhões de t na região Centro-Sul e 5,61 milhões de t das regiões Norte/Nordeste), 8% acima das 77,37 milhões de t deste ano.

“No total das duas safras de milho, o Brasil tem previsão de área para 2020/21 de 19.283 mil ha, 3% acima dos 18.736 mil ha deste ano. E produção potencial de 112.136 mil t, 8% acima dos 103.470 mil t da revisada e recorde safra atual”, afirma França.

Fonte: Datragro

Foi útil a notícia? Seja o primeiro a comentar.
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
O URL curto deste artigo é: https://wp.me/p49eYW-6eQ

Você pode gostar...