Bancada paraense comemora liberação dos frigoríficos para exportação

A informação do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) de que dois frigoríficos brasileiros do Estado do Pará foram aprovados a exportar carne bovina para a União Aduaneira de Belarus, Cazaquistão e Rússia, também foi repercutida pelos parlamentares da bancada federal. Segundo o deputado Zequinha Marinho (PSC), a decisão deve ser muito comemorada, pois ela indica o início da expansão internacional da atividade econômica que mais cresce no Estado.

082839_Frigo640“Essa decisão é extremamente positiva. Mesmo que seja apenas dois frigoríficos nesse momento, isso sinaliza na direção de que, esses dois indo bem no processo, obedecendo as regras sanitárias direito, pode abrir margem para que outros também possam no futuro exportar carne”, destaca, assinalando, em seguida, a importância dessa notícia do ponto de vista econômico.

“Para nós, em termos de economia paraense, nosso grande produto hoje é a agropecuária. Significa dizer que, nosso produto, com certeza, abrindo novas fronteiras de mercado, a gente vai ganhar um pouco mais de preço, porque, certamente, a quantidade será significativa. Então, é bom duas vezes, duplamente positivo para a gente”, completou.
O deputado Wandenkolk Gonçalves (PSDB) afirmou que essa aprovação é consequência do reconhecimento do Pará esse mês da área livre de aftosa. Conforme o parlamentar,a decisão já deve elevar o Pará, no próximo ano, como um dos principais estados exportadores de carne.

“O boi do Pará é considerado o ‘boi verde’, uma carne que os consumidores de todo mundo gostariam de ter em suas mesas. Porque é um boi criado a pasto, sem anabolizante e de uma qualidade excepcional. Essa liberação é vigente, com o detalhe de que o território já tem um rebanho de quase 20 milhões de cabeças, sendo o 4º ou o 5º rebanho do Brasil. Então, o Pará deverá alcançar, a partir do reconhecimento internacional, no próximo ano, o status de melhor lugar do mundo para criar gado de corte. Com isso o Pará alcançará logo, logo, o 1º ou o 2º lugar entre os maiores rebanhos bovinos do Brasil”, destacou.

Fonte: Portal ORM

Foi útil a notícia? Seja o primeiro a comentar.
O URL curto do presente artigo é: http://ruralbook.com.br/rbrs4O6

ruralbook

Rodrigo Fraoli – CEO Ruralbook / Designer / Especialista em MKT Digital para o Agronegócio.

* Saiba mais em #mktparaoagro – RURALBOOK *

Você pode gostar...

Seja o primeiro a comentar