Brasil aproveita altas e vende 2 mi tons na semana

“Todos estão seguindo nosso conselho de aproveitar as altas de Chicago e/ou do dólar”, diz T&F

Imagem créditos: Foto: Ivan Bueno

Segundo apurou a pesquisa diária do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada, da USP), os preços da soja no mercado físico brasileiro fecharam a quarta-feira (15.05) com preços médios da soja nos portos do Brasil sobre rodas subindo 0,84%, para R$ 78,96/saca (em Rio Grande e Paranaguá chegou a R$ 80,00). Isso elevou os ganhos do mês para 6,19%.

De acordo com a T&F Consultoria Agroeconômica, no interior os preços médios oferecidos subiram mais, cerca de 1,0%, para R$ 73,74/saca: “Na ferrovia em Maringá foi pago R$ 75,00, enquanto no posto de Ponta Grossa chegou a R$ 77,00, elevando os ganhos de maio para 5,15% até o momento”.

Até o encerramento do pregão de Chicago desta quinta-feira, tinham sido negociadas cerca de 710 mil toneladas de soja no Brasil, segundo pesquisa realizada pela T&F Consultoria. “Foram cerca de 350 mil no MT, 120 mil entre GO/MG, 80 mil no RS, 60 mil no PR, 100 mil entre o resto do país. Mas, é possível que tenha sido um pouco mais, porque não conseguimos falar com todas as nossas fontes”, aponta o analista da T&F Consultoria Agroeconômica, Luiz Fernando Pacheco.

do está muito frenético nesta semana’, foi o que mais ouvimos. Todos estão seguindo nosso conselho de aproveitar as altas de Chicago e/ou do dólar. O total negociado na semana já ultrapassa um pouco as 2,0 milhões de toneladas de soja brasileira. E tem mais um dia de negócios nesta sexta-feira. Nesta quinta-feira também foram negociadas 210 mil tons de soja de origem na Argentina”, conclui Pacheco.

Fonte: Agrolink

Foi útil a notícia? Seja o primeiro a comentar.
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
O URL curto deste artigo é: https://wp.me/p49eYW-5wN

Você pode gostar...

×