Camex aprova processo contra União Europeia

O URL curto do presente artigo é: https://wp.me/p49eYW-4WF
A UE havia determinado a retirada de 20 unidades brasileiras da lista de exportadores

O início dos estudos para a abertura de um processo contra a União Europeia (UE) na Organização Mundial do Comércio (OMC) foi aprovado, por unanimidade, pela Câmara de Comércio Exterior (Camex). A mobilização para um painel na OMC surgiu a partir do embargo da UE que impede negociações do bloco com indústrias brasileiras que vendem carne de aves.

Nesta quarta-feira (25.04), os ministros Blairo Maggi, da pasta da Agricultura, Aloysio Nunes Ferreira, das Relações Exteriores e Jorge de Lima, da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, se reuniram em Brasília para a elaboração de uma estratégia na OMC. Segundo Maggi, essa tática unificada e a decisão da Camex mostram a sobriedade do pedido feito pela sua pasta. “Este resultado demonstra a solidez dos argumentos brasileiros em relação ao pedido do Ministério da Agricultura”, afirma.

A decisão da Comissão Europeia ocorreu no último dia 19 e determinou que 20 unidades brasileiras fossem retiradas da lista de exportadores da EU, todas elas comerciantes de carnes de aves, sendo 12 unidades da BRF, a maior prejudicada. Em nota, a comissão indica que a decisão foi tomada por terem sido detectadas “deficiências no sistema de controle oficial brasileiro”, não foi divulgada ainda a lista com o nome de todas as empresas afetadas e nem a gravidade do prejuízo.

Mesmo antes do anúncio por parte do bloco europeu, Maggi já havia sinalizado que entraria com recurso na OMC caso o embargo fosse anunciado. O ministro afirma que a decisão fere as regras do comércio europeu e esconde interesses comerciais por trás dos problemas apontados.

Fonte: Agrolink

Foi útil a notícia? Seja o primeiro a comentar.
O URL curto do presente artigo é: https://wp.me/p49eYW-4WF

Você pode gostar...