WhatsApp - 94.99148.2775

Como evitar que vacas produzam leite ácido? – Globo Rural

O produtor deve ficar atento ao tipo de teste usado para verificar o problema em seu rebanho

Qualidade higiênica na hora da ordenha pode estar relacionada ao problema do leite ácido (Foto: Ernesto de Souza/Ed. Globo)

Qualidade higiênica na hora da ordenha pode estar relacionada ao problema do leite ácido (Foto: Ernesto de Souza/Ed. Globo)

As minhas vacas leiteiras estão produzindo leite ácido. Qual deve ser a origem desse problema e como resolvê-lo?
Rogério dos Santos, Alegre (ES)

O teste de alizarol é um método utilizado para detectar acidez no leite. Contudo, não é considerado muito confiável, pois tem dado resultados positivos mesmo em amostras de leite de boa qualidade microbiológica. Isso ocorre devido à fatores como alta contagem bacteriana e de células somáticas, adição de água, alimentação da vaca e estágio da lactação. O colostro é sempre positivo para o teste, o que também pode ser verificado com o leite secretado no final da lactação. O tecido da glândula mamária levemente irritado, ou inflamado, pode ainda provocar a positividade. Por isso, é importante realizar uma análise da qualidade do leite. Se a contagem total bacteriana (CTB) estiver igual ou menor que 100 mil e a contagem de células somáticas (CCS) que 400 mil, o leite possui boa qualidade microbiológica. Em seguida, então, investigue a nutrição do rebanho. Na época seca do ano, quando a criação recebe grande quantidade de concentrado e a pastagem está em más condições, é comum ocorrer a positividade. Mas se o problema estiver associado aos altos índices de CCS e CTB, o produtor precisa adotar ações de melhoria da qualidade higiênica da ordenha e um controle da mastite.

CONSULTORA: MARIA APARECIDA V. P. BRITO, pesquisadora da Embrapa Gado de Leite, Juiz de Fora (MG)

POR JOÃO MATHIAS/ Revista Globo Rural

Foi útil a notícia? Seja o primeiro a comentar.
O URL curto do presente artigo é: http://ruralbook.com.br/m5MBw
Sobre o autor

Posts relacionados

Seja o primeiro a comentar