Como ter as contas sempre em dia, sem cair em armadilhas na propriedade rural?

Especialista em finanças no agronegócio explica como evitar as ciladas com o entra e sai de dinheiro da fazenda

Dentre os diversos assuntos que compreendem este tema, vamos nos ater a alguns cuidados que o produtor deve ter para administrar melhor sua propriedade e obter os melhores resultados financeiros possíveis, também abordaremos alguns fatores que fazem com o que muitos amigos produtores enfrentem problemas relativos à lucratividade da safra e a reserva financeira para uma próxima produção.

financas-110108Em qualquer tipo de negócio a presença constante do proprietário (empresário rural) junto à operação (execução) das atividades de plantio, manejo e controle produtivo é vital, pois, como diz o ditado popular: “o olho do dono que engorda a boiada”.

Como o produtor conhece bem o processo produtivo e sabe o quê e quanto pretende plantar e colher, os cuidados com a administração da lavoura tem de sair um pouco da lavoura em si, e ir para o controle de gastos e produtividade, além de verificar a melhor aplicação dos recursos disponíveis como maquinário, mão de obra, espaço de terra disponível, insumos, qualidade, etc…

O agricultor precisa saber como irá comercializar sua produção, pois precisa posicionar se irá atender um momento normal de colheita ou em uma entre safra, além de saber para qual tipo de cliente deseja atender, se clientes diretos, restaurantes, supermercados, mercadinhos de bairro, cooperativas, empresas de agronegócio, CEASA, dentre outros. A escolha destes dois fatores: período previsto para safra e tipo de cliente, o ajudará a entender o quanto o preço de venda de seus produtos poderá ser maior ou menor, permitindo uma simulação de quanto conseguirá faturar com a colheita.

Juntamente a estes dois fatores a escolha da cultura a ser cultivada tem grande influência na questão custo, pois determinadas culturas necessitam de mais espaço de terra, outras de mais insumos como adubos e defensivos, outras mais mão de obra, outras mais maquinário operacional, outras mais espaço para armazenagem, outras estufas especiais, etc…

Tudo isto junto permite ao produtor montar a relação de custos diretos que é a soma dos custos de plantio, manejo e colheita.

Com a previsão das vendas e a previsão dos custos, diminuindo um pelo outro, o produtor consegue visualizar o quanto a lavoura irá gerar de resultado (lucro bruto), porém não pode esquecer que ainda existem os custos de transporte para o cliente, impostos e pagamento de financiamento e seguros agrícolas.

Além de tudo isto, tem que ficar de olho no tempo, um adversário muitas vezes impiedoso e imprevisível, pois o excesso ou falta de chuvas podem comprometer a produtividade e qualidade de sua lavoura, fazendo com que o produtor entre em uma geração de dívidas para manter a colheita e produção, mesmo que não garantam mais os lucros planejados.

Para finalizar, tomem cuidado com os empréstimos bancários em excesso ou na utilização errada destes recursos. Muitas vezes, pela facilidade em adquirir créditos, os produtores rurais tendem e pegar mais dinheiro do que precisam, assim aumentando seu endividamento com bancos, comprometendo o lucro da safra com juros.

Outra atitude muito comum é o produtor utilizar recursos financeiros adquiridos para investir na lavoura para compra de outros bens, como tratores, máquinas, silos, mas o maior perigo é utilizar estes recursos para comprar bem próprios como caminhonetes, reformas de casas e bens de consumo, o que não é a finalidade do financiamento, fazendo com que faltem recursos para custear o sistema de plantio e manejo, ocasionando perdas em produtividade e qualidade dos produtos, refletindo em perdas diretas de vendas e dificuldade em garantir a entrega aos clientes, diminuindo sua capacidade de atender o mercado e perdendo dinheiro com isto.

Em geral, cuide bem de seu negócio, controle os custos, a produtividade e a qualidade. Não pegue emprestado mais dinheiro que precisa, pois você terá que pagá-lo e este pagamento tem juros. Utilize o dinheiro de forma inteligente focada no negócio. E por último, trabalhe e se dedique muito, pois o sucesso em qualquer negócio depende muito de nossa capacidade de superar limites e obstáculos que surgem a todo o instante.

Fonte: Globo Rural

Foi útil a notícia? Seja o primeiro a comentar.
O URL curto do presente artigo é: http://ruralbook.com.br/rbrM8Yl

ruralbook

Rodrigo Fraoli – CEO Ruralbook / Designer / Especialista em MKT Digital para o Agronegócio.

* Saiba mais em #mktparaoagro – RURALBOOK *

Você pode gostar...

Seja o primeiro a comentar