Conab prevê queda de 6% na produção de grãos 2017/2018

Produtividade deve cair para quase todas as culturas, já que condições climáticas não serão tão favoráveis quanto na safra passada

Já a soja, que, segundo a Conab, vem oferecendo maior liquidez e possibilidade de melhor rentabilidade frente a outras culturas, deve alcançar maior área para produção, com um incremento médio de cerca de 2,7% comparado à safra passada, entre 34,5 milhões e 35,2 milhões de hectares. Conforme a estatal, a safra de algodão em pluma deve ficar entre 1,61 milhões de t e 1,76 milhão de t, representando aumento de 5,1% até 14,9% ante o período anterior.

Com relação à safra arroz, a Conab projeta queda de 3,8% a 4,7%, passando para 11,75 milhões a 11,86 milhões de t. A safra total de feijão está estimada entre 3,30 milhões e 3,35 milhões de t. O resultado corresponde a uma queda 1,6% a 2,8% ante a safra 2016/17. O Brasil colhe três safras anuais de feijão. A primeira safra da leguminosa está projetada entre 1,23 milhão e 1,27 milhão de t (queda de 6,6% a 9,2%).

Fonte: ESTADÃO CONTEÚDO
Foi útil a notícia? Seja o primeiro a comentar.
O URL curto do presente artigo é: http://ruralbook.com.br/rb5xrtW

ruralbook

Rodrigo Fraoli - CEO Ruralbook / Designer / Especialista em MKT Digital para o Agronegócio. * Saiba mais em #mktparaoagro - RURALBOOK *

Você pode gostar...