Cresce demanda por gado magro

Esta semana, o preço do boi magro da raça nelore teve alta de 0,8% em São Paulo na comparação com a semana passada (Foto: Ernesto de Souza)

O mercado de reposição de bovinos ficou mais movimentado na semana passada. Houve uma maior demanda por animais com idade mais próxima do abate, com intenção de engorda em confinamento, relata o zootecnista e consultor da Scot Consultoria, Renato Bittencourt.

“A movimentação aumentou em relação à semana anterior, porém, a oferta de animais continua apertada. As recentes chuvas reforçaram este cenário de retenção”, explica o especialista, em nota. Para ele, o mercado do boi gordo mais firme em junho poderia colaborar com a melhora do volume de negócios na reposição, principalmente por animais mais velhos para engorda para confinamento.

Especificamente sobre o Paraná, Bittencourt informa que o mercado “anda de lado”, com a demanda menor do que a oferta. “Os produtores estão esperando o estabelecimento completo das pastagens de inverno para saírem às compras de animais de reposição”, declara.

Em São Paulo, por conta da demanda aquecida, o preço do boi magro da raça nelore está em R$ 1.230/cabeça, alta de 0,8% na comparação com a semana passada.

FONTE: GLOBO RURAL

Foi útil a notícia? Seja o primeiro a comentar.
O URL curto do presente artigo é: http://ruralbook.com.br/rbRlVS0

Você pode gostar...

Seja o primeiro a comentar