Desempenho do ovo em maio e nos cinco primeiros meses de 2016 –

Após rápida correção de rota no final de abril – mês em que o setor levou um susto ao ver as cotações do produto recuaram quase 20% em relação ao mês anterior – o ovo passou a experimentar melhores momentos.
Fonte: Internet

Fonte: Internet

É verdade que não atingiu – e nem se poderia esperar que isso ocorresse – os bons preços de fevereiro e março, período de Quaresma. Mesmo assim, encerrou o quinto mês do ano alcançando o terceiro melhor patamar não só de 2016, mas de toda a história do setor.

Claro: o ganho, neste caso, é apenas aparente, pois se refere ao valor nominal não deflacionado. Assim, em valores reais, os preços alcançados em maio passado ficaram aquém dos registrados, por exemplo, em março e abril de 2014, ocasião em que a caixa do ovo branco extra foi comercializada no atacado paulistano por cerca de R$70,00. 
De toda forma, a recuperação de preços tanto em relação ao mês anterior (+8,10%) como em relação a maio de 2015 (+32,22%) é significativa frente às condições de consumo atuais, pois, se é verdade que em situações econômicas difíceis, como a presente, ocorre verdadeira corrida ao alimento mais acessível, também é verdade que o setor produtivo desenvolveu profundo esforço no sentido de manter a oferta adequada à efetiva demanda.
O resultado desse esforço pode ser observado no preço médio atingido nestes passados cinco meses, mais de 25% superior ao registrado em idêntico período de 2015. Um bom resultado sem dúvida, mas ainda insuficiente para cobrir o aumento de custos decorrente da explosão de preços do milho e do farelo de soja.
Isso fica mais evidenciado ao se avaliar o poder de compra do ovo no tocante ao milho nos primeiros cinco meses de 2015 e de 2016. Um ano atrás, o valor médio recebido pela caixa de ovos brancos do tipo extra entre janeiro e maio foi suficiente para adquirir pouco mais de duas sacas de milho. Neste ano, no mesmo período, a mesma caixa de ovos adquiriu perto (mas menos) de uma e meia saca de milho. Ou seja: ainda que os preços recebidos tenham aumentado mais de um quarto, o poder de compra do ovo recuou mais de um quarto.
Fonte: AviSite/ Canal do Produtor
Foi útil a notícia? Seja o primeiro a comentar.
O URL curto do presente artigo é: http://ruralbook.com.br/1oFpA

Você pode gostar...

Seja o primeiro a comentar