Drones avançam no agronegócio: conheça os 6 principais usos desta tecnologia no campo

(Foto: Reprodução)

Os drones (também conhecidos como VANTS – Veículo Aéreo Não Tripulado) já são uma realidade mundial. Hoje em dia são utilizados em diversas atividades ao redor do mundo. Dentre todas as atividades, o agronegócio é uma atividade que vem obtendo diversos benefícios com o uso de drones.

Os drones são utilizados para diversas necessidades, como infraestrutura, inspeção, torres de transmissão, entretenimento e fotografia, mas sem dúvidas o agronegócio é o grande beneficiado, respondendo por praticamente 50% de todos os drones comercializados no país.

Você conhece os principais usos dos drones que trazem facilidades para a agricultura brasileira?

Veja, a seguir, uma lista com os 6 principais usos dos drones na agricultura.

  1. Análise de lavouras

Esse é, sem dúvidas, o uso mais conhecido e comum destes equipamentos. Os drones servem para percorrer toda a lavoura com mais facilidade, buscando a detecção de pragas e doenças, falhas de plantio, excesso de irrigação, entre outros. De forma reduzida, podemos dizer que os drones ajudarão na correta identificação do vigor da lavoura.

Os drones serão os responsáveis por, com a ajuda de softwares de análise de dados, coletar imagens que serão posteriormente analisadas pela equipe de especialistas, dando mais respaldo nas tomadas de decisões.

  1. Demarcação das áreas de plantio

Por permitir uma visão geral de toda a área, os drones são ideais para ajudar o agrônomo ou responsável a analisar, de acordo com as imagens captadas, quais são as áreas mais propícias para a semeadura.

Os drones, inclusive ajudarão na demarcação de áreas de preservação permanente e reserva legal (combatendo inclusive o desmatamento), além da declividade do terreno, essencial para o processo pré-plantio.

  1. Auxiliar na pulverização

A pulverização via drones ainda não são possíveis, porém, em um futuro nem tão distante os drones poderão ter reservatórios para aplicar produtos químicos bem próximos das plantas. Inclusive já há protótipos que conseguem embarcar boa quantidade de produtos químicos.

Essa aplicação tenderá a ser realizada de forma mais eficiente e segura devido ao fato de não existir um piloto embarcado.

(Foto: Reprodução)

  1. Detecção de focos de incêndio

Um dos grandes medos de todo agricultor é a presença de incêndios em sua propriedade, assim identificar os focos imediatamente é fundamental. No entanto, a aproximação em regiões com focos de incêndios é uma tarefa muito perigosa e difícil para pessoas.

Neste sentido, os drones se tornam grandes aliados na identificação e combate ao fogo. Serão essenciais também para evitar que o fogo se alastre pelo restante da plantação, evitando prejuízos que podem ser incalculáveis.

  1. Vigilância e capacidade em “tocar” o gado

Além da agricultura, os drones trarão diversos benefícios também à pecuária. O primeiro benefício está ligado ao fato da capacidade de observação de possíveis cercas danificadas que podem ocasionar a fuga de animais (o drone também conseguirá visualizar animais “fujões”).

Os drones também são utilizados para a vigilância geral da propriedade, impedindo a ação de ladrões de bens materiais e até animais.

Por fim, os drones (pilotados por um profissional habilidoso) poderão ter a capacidade de “tocar” a boiada. Porém especialistas em bem-estar animal explicam que tal ação pode estressar o gado, não sendo recomendada.

  1. Acompanhamento das pastagens

Pelo alto (via drones), é muito mais fácil observar os pastos que ainda estão em boas condições de uso e aqueles que já necessitam de reformas. Além disso, os drones poderão auxiliar também na escolha dos pontos estratégicos para coleta de solo na fazenda que irão para análise em laboratório.

Os drones poderão também auxiliar aquelas fazendas que pretendem fazer rotação de culturas, pois auxiliam na coleta de dados para análise da densidade e altura do pasto.

Do ponto de vista financeiro, os drones ainda não são baratos, mas tudo indica se tornarão tão populares que serão peça chave da nova “revolução no campo”, trazendo diversas facilidades ao empresário rural.

Assim, se você trabalha no campo e ainda não tem um drone, saiba que mais cedo ou mais tarde você provavelmente terá um e irá usufruir de seus benefícios.

Fonte: Gado&Grão

Foi útil a notícia? Seja o primeiro a comentar.
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
O URL curto deste artigo é: https://wp.me/p49eYW-4N4

ruralbook

Rodrigo Fraoli - CEO Ruralbook / Designer / Especialista em MKT Digital para o Agronegócio. * Saiba mais em #mktparaoagro - RURALBOOK *

Você pode gostar...