Embrapa lança terceira edição do sumário genômico de touros Hereford e Braford resistentes ao carrapato – Embrapa

 Foto: Fernando Goss

Foto: Fernando Goss

 

A terceira edição do sumário genômico de touros das raças Hereford e Braford foi lançada no dia 31 de agosto, durante a Expointer 2016, em Esteio (RS). Fruto de uma parceria entre a Embrapa Pecuária Sul (Bagé, RS), Conexão Delta G e GenSys, o sumário apresenta avaliações genômicas de touro resistentes ao carrapato, com a inclusão de características de comprimento de pelame, pigmentação ocular e caracterização racial. No lançamento, o pesquisador da Embrapa Pecuária Sul Fernando Cardoso proferiu a palestra “Seleção de touros Hereford e Braford usando Informação Genômica”.

O sumário é mais uma ferramenta para o criador que utiliza a genética das raças que, além dos critérios normalmente empregados na escolha de reprodutores ou de sêmen, pode identificar e utilizar touros mais resistentes ao carrapato. De acordo com Fernando Cardoso, para a elaboração do sumário, DNA de mais de 3,7 mil touros foi mapeado (genotipagem), permitindo assim identificar os animais mais resistentes ao parasita com maior precisão. “E com a utilização de DEPGs (Diferença Esperada na Progênie aprimorada pela Genômica) de outras características, como a pigmentação ocular, o comprimento da pelagem e a caracterização racial, o produtor pode escolher reprodutores que podem gerar linhagens mais adaptadas à região”, ressaltou o pesquisador. A realização da pesquisa contou com a participação da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia (Brasília, DF) e com o apoio da Associação Brasileira de Hereford e Braford (ABHB)

Segundo Cardoso, para a realização do trabalho, os touros passaram por genotipagem de marcadores moleculares do tipo Simple Nucleotide Polymorphism (SNP), por meio de painéis de alta densidade. Os SNPs podem estar associados a um polimorfismo do gene relacionado a características de difícil mensuração. Paralelamente ao mapeamento do DNA, foram realizadas contagens de carrapatos nos animais. Os dados, juntamente com informações de pedigree, resultaram na atribuição de valores genômicos, em forma de DEPG para resistência ao carrapato. Esse indicador prediz com maior precisão a habilidade de transmissão dessas características genéticas em cada animal, conforme a característica buscada.

Fernando Goss (MTb 1065 SC)
Embrapa Pecuária Sul

Fonte: Embrapa

Foi útil a notícia? Seja o primeiro a comentar.
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
O URL curto deste artigo é: https://wp.me/p49eYW-2Di

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Validar Operação * O limite de tempo está esgotado. Por favor, recarregue o CAPTCHA.

×