Empresas apresentam novidades tecnológicas no Circuito Feicorte NFT em Paragominas (PA)

Inovações trazidas pelas empresas ao evento, que ocorre nos dias 7 e 8 de novembro, contribuem para tornar a pecuária mais eficiente.

A busca pela eficiência na produção e comercialização da carne é o tema principal do Circuito Feicorte NFT, evento que vem percorrendo alguns dos principais polos de pecuária do Brasil e que terá a sua última etapa em Paragominas, no Pará, nos dias 7 e 8 de novembro. A cidade é líder do Projeto Pecuária Verde, que vem sendo considerado um novo modelo de produção pecuária sustentável para a Amazônia.

feicorte-2013Além de palestras de debates com renomados especialistas brasileiros, que abordam a busca pela eficiência a partir de uma visão do mercado, nutrição, sanidade, genética, pastagens, bem-estar animal, influência do clima, gestão e práticas sustentáveis, os participantes do evento têm a oportunidade de estar em contato com as principais inovações tecnológicas trazidas pelas 25 empresas presentes na feira de negócios que compõe o Circuito Feicorte.

Na área de nutrição animal, a Alltech, empresa líder mundial no setor de saúde e nutrição animal e biotecnologia, participa da etapa de Paragominas apostando no grande potencial do estado do Pará para aumentar a produtividade sem avançar em área. Para isso, oferece soluções nutricionais podem colaborar neste desenvolvimento, como o Optigen que aumenta a eficiência alimentar e ajuda o mesmo animal a produzir mais carne. A Phibro, empresa líder global no mercado de aditivos para nutrição e saúde animal, apresenta aos visitantes os benefícios e soluções com a utilização da Virginiamicina, aditivo que, ofertado aos animais diariamente, melhora o ganho de peso. Esta tecnologia demonstra que a pasto o animal pode obter ganho adicional de 100g/dia o que representa uma arroba ano.

Na área de pastagens, a Arysta LifeScience leva para a etapa de Paragominas o portfólio completo de pastagens dentro do conceito Pronutiva, que associa produtos de proteção aos produtos para nutrição de plantas, que inclui os herbicidas Artys, Triclon e Browser, o que garante um controle efetivo das plantas daninhas que infestam as pastagens. “A etapa de Paragominas será essencial por se tratar de uma das regiões mais importantes na pecuária do Estado do Pará, que tem se destacado como modelo de desenvolvimento na utilização de conceitos sustentáveis na produção”, destaca Ricardo Frugis, gerente de pastagem da Arysta. A Dow AgroSciences destaca a linha Convert*, plataforma de inovação com soluções para o negócio de pastagem com um portifólio completo de produtos e serviços para garantir o aumento da produtividade na atividade pecuária. Todos os itens relacionados à alimentação animal estão sob este guarda-chuva, incluindo o híbrido de braquiária Convet* HD364, que apresenta ganho em produção de arrobas ou leite/ha, devido produção em média 20% superior de Matéria Seca (MS) por hectare e sua alta digestibilidade, até a capacidade de tolerar condições adversas de clima nas distintas regiões de produção de carne e leite pelo Brasil.

As novidades em equipamentos ficam por conta do tronco Parede Móvel versão completa com duas pescoceiras, da Beckhauser, ideal para quem trabalha com fêmeas, pois imobiliza o corpo da rês por inteiro sem apertar o vazio. O produto também é indicado para quem faz ciclo completo e, por levar em conta os conceitos de bem-estar animal, é bastante recomendado pelos especialistas nessa área, como os do Projeto Pecuária Verde, de Paragominas. A BML Pesagem e Identificação Animal apresenta no Circuito Feicorte o Bull Tag, software inédito criado para rastreamento, identificação e controle do estoque de animais, desde a fazenda, passando pelo frigorífico e chegando até o consumidor final. Além de ser totalmente pela internet, que dispensa instalações e permite que os dados sejam acessados de qualquer lugar, o sistema integra informações tanto da fazenda quanto do frigorífico e supermercado recolhidas pelo chip do boi, etiqueta RFID (tecnologia de identificação por radiofrequência que armazena os dados remotamente na etiqueta) e etiqueta bimensional, que pode ser consultada pelo consumidor via celular.

A Rocha Irrigações aposta sua expertise em projetos de aspersão para controlar poeira em confinamento para apresentar na etapa de Paragominas do Circuito Feicorte. A poeira no confinamento prejudica diretamente a saúde de pessoas envolvidas com a atividade e das que vivem em seus arredores, pois ficam sujeitas a contrair doenças respiratórias, alergias, entre outras complicações. Muitas vezes, a poeira chega às rodovias, prejudicando a visibilidade e agravando as condições de direção. A poeira ataca diretamente o bolso do empreendedor, prejudicando a saúde do animal e causando estresse, o que contribui para a queda na conversão alimentar e consequente redução no ganho de peso diário e menos rendimento de carcaça. O controle da poeira por meio de sistema de irrigação traz benefícios, como amenização da temperatura ambiente, melhoria do conforto animal, redução nos índices de doenças respiratórias e incidência de pneumonia, melhoria da conversão alimentar devido ao melhor conforto do animal e consequente aumento do ganho de peso diário, melhor aproveitamento dos dias confinados (maior rendimento de carcaça) e redução de perdas de animais por pneumonia.

A Associação Brasileira de Hereford e Braford aposta no Circuito Feicorte para divulgar a qualidade genética das raças Hereford e Braford selecionadas no Brasil, e os produtos e serviços agropecuários que fazem parte do Projeto Setorial Brazilian Hereford & Braford, parceria entre ABHB e Apex-Brasil. A Associação pretende também mostrar como o cruzamento industrial utilizando as raças HB pode potencializar a eficiência produtiva tanto a campo quanto no confinamento. A expectativa da ABHB é realizar contatos com potenciais investidores na genética e produtos/serviços agropecuários, e fomentar as raças na região, que possui um grande potencial produtivo de carne de qualidade com valor agregado através da utilização das raças Hereford e Braford, que vem crescendo em todas as regiões.

A participação da CRI Genética no evento está focada em divulgar os benefícios do cruzamento industrial para obtenção de lucro máximo na pecuária de corte. No Pará, a equipe da CRI desenvolve trabalhos principalmente na pecuária de corte. De acordo com Frederico Jardim, supervisor de vendas na região, a raça Nelore tem destaque, mas a prática do cruzamento industrial já tem dimensões nacionais. “Os produtores têm-se aprimorado cada vez mais, participando, por exemplo, de programas de certificação de carne, o que faz com que o cruzamento com raças taurinas, como o Angus, seja benvindo”, comenta.

A etapa de Paragominas terá a participação de três indústrias frigoríficas – Marfrig, Minerva e Mafrinorte, de Castanhal (PA) – que apresentarão seus programas de incentivo a fornecedores e ferramentas para estimular a produção de carne de qualidade superior.

No segmento de saúde animal, as novidades são o conceito de Beta-agonista, tradzido pela MSD Saúde Animal, tecnologia que envolve melhoria no desempenho animal de forma sustentável em confinamento; o Colosso FC30, ectoparasiticida da Ouro Fino com formulação inédita ao associar os ativos Fenthion, Cipermetrina e 30% de Clorpirifós), que age contra os parasitas externos mais resistentes aos tratamentos convencionais contra carrapato, berne e mosca-dos-chifres; e o endo e ectoparasita Wormek® TX 3,5%, da Vétoquinol-FAGRA, de ampla atuação reconhecido por sua eficácia e o menor período de carência do mercado.

 Sobre o Circuito Feicorte NFT

O Circuito Feicorte NFT é uma iniciativa do Agrocentro (que promove a Feicorte – Feira Internacional da Cadeia Produtiva da Carne – em São Paulo há 19 anos) e a Nutrition for Tomorrow Alliance (aliança de marketing cooperativado formada por empresas da cadeia de proteína animal).

As quatro primeiras etapas realizadas em 2013 – Cuiabá (MT) em março, Palmas (TO) em maio, Campo Grande (MS) em julho e Ji-Paraná (RO) em outubro – reuniram mais de 5 mil participantes. A etapa de Paragominas (PA) em novembro fecha a edição de 2013 do evento.

Na primeira edição do Circuito Feicorte NFT em 2012 foram promovidas quatro etapas regionais (MT, BA, GO e MS), com a participação de 4 mil pessoas, representando mais de 17 milhões de cabeças de gado.

Serviço

Etapa de Paragominas do Circuito Feicorte NFT 2013
Data: 7 e 8 de novembro
Horário: 8h
Local: Parque de Exposições Amílcar Tocantins – Paragominas (PA)
A programação completa da etapa de Paragominas pode ser consultada em www.agrocentro.com.br/circuitofeicorte
Facebook: http://www.facebook.com/agrocentro.feiras

Fonte: Attuale Comunicação

Foi útil a notícia? Seja o primeiro a comentar.
O URL curto do presente artigo é: http://ruralbook.com.br/rbPgswd

ruralbook

Rodrigo Fraoli - CEO Ruralbook / Designer / Especialista em MKT Digital para o Agronegócio. * Saiba mais em #mktparaoagro - RURALBOOK *

Você pode gostar...

Seja o primeiro a comentar