Encerradas as inscrições para o Hackathon Embrapa Acadêmico Açaí

A Embrapa Amazônia Oriental encerrou nesta sexta, 15, as inscrições para a maratona de programação Hackathon Embrapa Acadêmico Açaí. A competição, com outros temas, também ocorre em nos estados do Piauí, Pernambuco, Roraima e no Distrito Federal e seguem com inscrições abertas até o dia 19, mas em Belém, devido a grande procura, já alcançou a meta de 100 participantes inscritos e antecipou essa etapa da maratona.

Foto: Ronaldo Rosa

A primeira etapa será no dia 21 de setembro nas instalações da Embrapa Amazônia Oriental, em Belém, onde haverá palestra e entrega da ideia inicial (storyboard) pelas equipes. O julgamento e a escolha das três melhores soluções ocorrerá no dia 18 de outubro.

Para Michel Costa, coordenador do Hackathon em Belém, foi uma grata surpresa que Belém atingisse o número máximo de inscritos antes mesmo do final do período estipulado pelo edital nacional do concurso. Ele atribuiu esse sucesso à sensibilização dos coordenadores e professores das instituições de ensino superior da região, que acreditaram na proposta e aceitaram o desafio de pensar soluções para o manejo de açaizais nativos na Amazônia. “Foi essencial esse engajamento das universidades, pois criou oportunidades de interação com os alunos, não somente para convidá-los a participar do Hackathon, como também despertar para as oportunidades e desafios do mundo rural e atividades produtivas”, analisou Michel.

Ao todo, 39 equipes, totalizando 100 alunos, de sete instituições de ensino superior, sendo seis do Pará e uma do estado do Maranhão, participam da disputa.

O desafio faz parte do Hackathon Embrapa Acadêmico, uma maratona de programação que ocorre em seis capitais do país. Os estudantes participantes devem produzir soluções em tecnologia da informação com base nas pesquisas da instituição.

Tecnologia e conhecimentos tradicionais – O aprendizado de tecnologia da informação nas salas de aula pode ajudar no trabalho daqueles que levam para a mesa paraense um ingrediente muito especial, o açaí. A Embrapa lançou em agosto um desafio para que estudantes transformem o conhecimento da pesquisa agroflorestal em aplicativos que auxiliem técnicos e produtores na tomada de decisão sobre o manejo de açaizais realizados nas áreas de várzea da região.

No Pará, o tema escolhido foi o manejo de mínimo impacto de açaizais nativos. Trata-se de uma técnica desenvolvida pela Embrapa para aumentar a produção de frutos de açaí nas áreas de várzea e manter a diversidade de espécies vegetais. Atualmente, todo esse trabalho é realizado de forma manual com o uso de pranchetas e trenas em campo, para posterior cálculo, discussão e tomada de decisão com a comunidade. “Um aplicativo pode dar agilidade ao processo e até melhorar o aprendizado do manejo de açaizais nativos por parte de técnicos e comunidades extrativistas”, afirma o engenheiro florestal José Leite, da Embrapa Amazônia Oriental.

Na Universidade Federal do Pará, o professor Adailton Lima informa que o Hackathon Embrapa desperta o interesse de estudantes em ao menos três cursos da área de tecnologia da informação. “Foi uma surpresa positiva essa maratona, pois é a chance de dar aos estudantes a aplicação do conhecimento aprendido em sala de aula”, diz o professor. Segundo ele, os alunos da instituição já tiveram a oportunidade de participar de maratonas semelhantes e informam a atividade em seus currículos. “É um momento de mostrar o que aprendeu, o que sabe fazer”, conclui.

Para a professora Rita de Cássia Gomes, do Instituto Federal do Pará, a maratona é uma oportunidade de mostrar aos alunos os benefícios e o alcance que podem ter a aplicação do conhecimento em tecnologia da informação. “Em geral quem trabalha na área de tecnologia não percebe que pode ajudar no dia a dia de comunidades tão diferentes da sua realidade, como a de ribeirinhos que colhem açaí”, afirma.

Puderam participar estudantes e egressos, de até três anos, dos cursos de graduação e pós-graduação de Ciências da Computação, Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Sistemas de Informação, Engenharia da Computação, Engenharia de Software, Agronomia, Biologia, Agronegócio e demais áreas afins.

Para saber mais: www.embrapa.br/hackathon

Fonte: Embrapa Amazônia Oriental

Foi útil a notícia? Seja o primeiro a comentar.
O URL curto do presente artigo é: http://ruralbook.com.br/rbtkVPO

ruralbook

Rodrigo Fraoli – CEO Ruralbook / Designer / Especialista em MKT Digital para o Agronegócio.

* Saiba mais em #mktparaoagro – RURALBOOK *

Você pode gostar...