Entenda o julgamento de marcha do Mangalarga Marchador


Conforme os moldes do regulamento da ABCCMM todo concurso de marcha para ser homologado pela associação deve ser julgado por um árbitro do quadro oficial da entidade que tenha sido aprovado e treinado pela ENA (Escola Nacional de Árbitros) para realizar esta função.

Animais montados são julgados a partir do 39º mês, e o resultado do concurso equivale como classificação para julgamento de categoria além de premiar o primeiro colocado como Campeão de Marcha e o segundo colocado como Reservado Campeão de Marcha.

Os animais são avaliados em cinco quesitos, gesto de marcha, comodidade, estilo, adestramento, rendimento e regularidade. O tempo de duração da prova deve ser no máximo de 70 minutos e no mínimo de 20 minutos.

A prova é dividida em três fases:

Fase Seletiva – onde todos os animais da categoria iniciam a prova em ordem cronológica do mais novo ao mais velho, indicada pela numeração de colete, os animais devem ser tocados em marcha reunida, um atrás do outro sem poder ultrapassar. O árbitro neste momento fica ao centro da pista observando o gesto de marcha, o estilo, o rendimento e a regularidade.

Fase Classificatória – neste momento o árbitro começa a montar os animais, também em ordem cronológica do mais novo para o mais velho, os outros animais não precisam mais seguir em ordem de fila nem ser tocados em marcha reunida. O árbitro deve montar em todos os animais, ele inicia a avaliação ao passo depois em marcha reunida, media e alongada, procurando mudar de mão e cumprir o mesmo percurso com todos os animais, na fase classificatória se avalia principalmente a comodidade e o adestramento, ao final desta fase ele separa os sete melhores animais da categoria, os outros animais se retiram da pista e vão se preparar para o julgamento de morfologia.

Fase Final – o árbitro volta ao centro da pista e os sete animais classificados na fase anterior voltam a ser tocados em marcha reunida, em fila na ordem cronológica indicada no colete, não podem ultrapassar salvo o pedido do arbitro. Ao final eles serão colocados em ordem do primeiro ao sétimo lugar conforme se apresentaram nos quesitos de julgamento nas três fases e o arbitro faz então o comentário explicando sua classificação.

Fonte: Meio Rural

Foi útil a notícia? Seja o primeiro a comentar.
O URL curto do presente artigo é: http://ruralbook.com.br/rbImeOr

ruralbook

Rodrigo Fraoli – CEO Ruralbook / Designer / Especialista em MKT Digital para o Agronegócio.

* Saiba mais em #mktparaoagro – RURALBOOK *

Você pode gostar...

Seja o primeiro a comentar