Governo assina protocolo para instalação de indústria de fécula de mandioca no estado – Agência Pará

O secretário de Desenvolvimento Econômico do Pará, Adnan Demachki, assinou na segunda-feira (16), com o grupo Mejer Agroflorestal, um protocolo de intenções para a implantação de uma indústria de fécula de mandioca no município de Bonito, região nordeste do estado. No passado, o Pará chegou a ter um empreendimento desse tipo, que fechou as portas. Quando instalada e em operação, a indústria será a única existente no estado, e promoverá a geração de emprego e renda para a população da região nordeste.

A fécula de mandioca tem inúmeras utilizações por diferentes indústrias, como a alimentícia, farmacêutica e têxtil. É mais conhecida como polvilho, usado na panificação em grande escala.

A região nordeste do Pará tem hoje cerca de 22 mil hectares de plantação de mandioca e o estado soma cerca de 300 mil hectares da cultura. Com a implantação da indústria de fécula, além de agregar valor à mandioca, a oferta deverá baratear o custo dos produtos de panificação, oferecendo o polvilho a um preço mais competitivo para a região Norte do Brasil. O desenvolvimento da cadeia da mandioca é um dos objetivos traçados pelo Programa Pará 2030, que tem como uma das diretrizes a verticalização da produção industrial do estado.

Por Tylon Maués

Fonte: Agência Pará

Banner rodapé fornecedor

Foi útil a notícia? Seja o primeiro a comentar.
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
O URL curto deste artigo é: https://wp.me/p49eYW-39l

Você pode gostar...

×