GUZERÁ será destaque nas Feiras Agropecuárias do Pará em 2018

O guzerá foi uma das primeiras raças de zebu trazidas para o Brasil, servindo como base para formação de diversos outras raças zebuinas (indubrasil, tabapuã, brahman) e no cruzamento com a vacada anelorada produz o guzonel. Os primeiros registros indicam que a raça teve origem na Índia e no Paquistão. São conhecidos pela pelagem, que varia entre os tons de cinza, do mais claro ao escuro. Além disso, são animais de grande porte, que se destacam entre os outros bovinos.

O guzerá pode ser bem aproveitado para qualquer ramo da pecuária, com algumas linhagens definidas para leite e a maioria do gado selecionada para carne. Mesmo as linhagens de leite são animais de grande porte, sendo que algumas fêmeas já se destacaram, com 853 quilos de peso vivo e produção leiteira de 4.500 quilos na lactação. Na idade adulta, as fêmeas pesam entre 450 e 650 quilos, com recorde de 941 quilos e muitos animais acima de 800 quilos. Já os machos dessa raça pesam entre 750 e 950 quilos, com recorde de 1.150 quilos.

O rebanho Guzerá, segundo ANCP – Associação Nacional dos Criadores e Pesquisadores, está muito bem em relação às demais raças. Tem o menor PN e 120d entre todas (lembramos q em alguns rebanhos as mães são ordenhadas). Aos 210d praticamente empata c/a Nelore, supera a Brahman e ainda perde p/a Tabapuã. Aos 365d praticamente empata c/a Tabapuã e supera as demais. Aos 450d supera todas.

Nos rebanhos que participam do programa ANCP os pesos médios são: PN=32kg; P120d=125kg; P210d=187kg; P365d=251kg e P450d=288kg

Cruzamentos

A raça Guzolando é representada por bimestiços oriundo dos cruzamentos entre as raças Holandesa e Guzerá. Os animais combinam vantagens das duas raças. As composições de sangue dão destaque à aptidão leiteira do gado Holandês, sem perda da capacidade de produção de carne e leite, rusticidade e adaptabilidade aos trópicos, características pronunciadas no Guzerá. As fêmeas têm elevada aptidão leiteira e ostentam a forma tradicional de cunha, úbere bem inserido e desenvolvido. Os machos são musculosos, com altos índices de ganho de peso. A raça tem excelente desempenho e grande aceitação em todo o Brasil.

Uma Guzolando tem condições de produzir cerca de 25 a 30kg de leite por dia, o mesmo perfil de uma vaca Holandesa, mas com custos 50% menores. O objetivo do cruzamento é fazer com que a raça Holandesa, mundialmente a maior produtora de leite, embora muito exigente quanto ao clima e à alimentação, ceda para a raça Guzolando as suas características produtivas no que se refere à quantidade de leite. Da mesma forma, a raça Guzerá cede à rusticidade que se reflete numa melhor adaptação ao clima tropical e melhor aproveitamento das pastagens grosseiras, tornando o custo de produção do leite mais baixo.

Eventos

No Pará, o Guzerá tem crescido ano após anos através de criadores apaixonados e dedicados pela raça.

Um dos grandes leilões da raça no Brasil é realizado no Pará que já segue em sua 13ª Edição – Leilão Evolução do Guzerá. Este ano será realizado no dia 24 de Agosto no Parque de Exposição da Capital, Belém – PA. O Leilão é realizado pelos criadores Luiz Guilherme Rodrigues (Fazenda Encarnação), Josaphat Paranhos Neto (Guzerá do Guamá), Genis Deprá (Fazenda São Marcos), Adriano Varela & Brilhante Neto (Guzerá da Capital), José Luiz Almeida Filho (Cond. Tachy do Sal) e convidados.

A Associação dos Criadores de Guzerá da Amazônia – ACGA, com mais de 16 criadores, tem trabalhado para melhorar a genética do rebanho como também aumentar o número de exposições com julgamento da raça. Este ano a raça será um dos grandes destaques nas pistas de julgamento das exposições agropecuárias no Pará.

  • Agropec (Paragominas – PA) de 12 a 19 de  Agosto/2018
  • ExpoPará (Belém – PA) de 19 a 26 de Agosto/2018
  • ExpoFac (Castanhal – PA) de 02 a 09 de Setembro/2018
  • Expoama (Marabá – PA) de 08 a 16 de Setembro/2018

Segundo José Luiz Almeida Filho (Luizinho Almeida), Criador e Presidente da ACGA, todas estas exposições já estão com julgamentos de animais confirmados e garante que os melhores animais do Norte estão presentes em pista.

Na EXPOZEBÚ 2017 em Uberaba – MG, o Pará ganhou o prêmio Campeão Touro Sênior – CORONEL II FIV DO GUAMA do criador Josaphat Paranhos Azevedo Neto (GUZERÁ DO GUAMÁ) Faz. São Sebastião em Garrafão do Norte – PA.

Foi útil a notícia? Seja o primeiro a comentar.
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
O URL curto deste artigo é: https://wp.me/p49eYW-50C

ruralbook

Rodrigo Fraoli - CEO Ruralbook / Designer / Especialista em MKT Digital para o Agronegócio. * Saiba mais em #mktparaoagro - RURALBOOK *

Você pode gostar...