IBGE prevê alta de 5,8% na produção de alimentos em 2019

A safra nacional de cereais, leguminosas e oleaginosas para o ano deverá ser recorde e foi estimada em 239,7 milhões de toneladas.

Produção de arroz no país deverá cair 12,7% em 2019, segundo o IBGE — Foto: Rui Ragagnin/Irga

A produção de alimentos no Brasil deverá atingir 239,7 milhões de toneladas em 2019, representando um recorde, de acordo com levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O crescimento deverá ser de 5,8% na comparação com 2018.

O resultado deverá ser impulsionado pela safra recorde de milho no país (98,7 milhões de toneladas somente em 2019) e também pela produção de soja (113,1 milhões de toneladas), que é o principal produto do agronegócio brasileiro.

Alimentos básicos do brasileiro, arroz e feijão vivem momentos distintos no ano. Enquanto a produção de arroz cai 12,7%, com produção estimada em 10,25 milhões de toneladas, as três safras de feijão deverão produzir cerca de 3 milhões de toneladas, estabilidade em relação a 2018.

Por região, o Centro-Oeste mantém a liderança, com 110,5 milhões de toneladas produzidas. O Sul vem na sequência com 78,2 milhões de toneladas. Sudeste (22,1 milhões de toneladas, Nordeste (19,5 milhões de toneladas) e Norte (9,4 milhões de toneladas) completam a lista.

Entre os estados brasileiros, Mato Grosso é o maior produtor, com uma participação de 28,1% na safra do país em 2019.

Café

A estimativa da produção brasileira de café foi de 3,1 milhões de toneladas, ou 52,1 milhões de sacas de 60 kg, redução de 13,1% em relação a 2018

Para o café conillon, grão utilizado pela indústria para ser misturado ao arábica, a produção estimada de 920,3 mil toneladas, ou 15,3 milhões de sacas de 60 kg, estável.

Fonte: G1

Foi útil a notícia? Seja o primeiro a comentar.
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
O URL curto deste artigo é: https://wp.me/p49eYW-5FX

Você pode gostar...

×