Ideflor-bio diminui impactos na Serra das Andorinhas esclarecendo regras de acesso – Agência Pará

As cachoeiras Quarta Queda (foto) e Três Quedas estão entre as mais visitadas da Área de Proteção Ambiental (APA) Araguaia, em São Geraldo do Araguaia.

As cachoeiras Quarta Queda (foto) e Três Quedas estão entre as mais visitadas da Área de Proteção Ambiental (APA) Araguaia, em São Geraldo do Araguaia.

 

Com um trabalho de conscientização, fiscalização e aprimoramento das regras para a autorização de acesso ao Parque Estadual Serra dos Martírios – Andorinhas (Pesam), o Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade do Estado do Pará (Ideflor-bio) está minimizando os impactos negativos ao meio ambiente em alguns dos principais cartões postais de São Geraldo do Araguaia – as cachoeiras Quarta Queda e Três Quedas, que estão entre as mais visitadas da Área de Proteção Ambiental (APA) Araguaia.

A Cachoeira Quarta Queda é a que hoje recebe o maior número de visitantes do parque estadual, justamente devido ao grau de facilidade de acesso. Próximo ao local, também se encontra a Cachoeira Três Quedas, situada em uma propriedade particular. Pela proximidade entre as duas atrações turísticas, visitantes acabam indo aos dois locais. Porém, para conhecer as cachoeiras, é indispensável a autorização de visita, emitida pelo Ideflor-bio, na Gerência da Região Administrativa do Araguaia (GRA).

Para conscientizar o público visitante do Parque Estadual Serra dos Martírios – Andorinhas, que é uma Unidade de Conservação da Natureza de Proteção Integral, ações de monitoramento da cachoeira Quarta Queda estão sendo feitas em parceria com o Grupo de Agentes Ambientais Voluntários (GAAV).

Voluntários permanecem na área da cachoeira nos fins de semana e feriados, orientando os visitantes sobre os cuidados com o meio ambiente e as unidades de conservação. Paralelamente, também estão sendo realizadas rondas. Com a intensa fiscalização, houve também uma grande redução de lixo deixado na cachoeira, resultado do trabalho de conscientização ambiental com o público visitante.

Para combater a falta de conhecimento da necessidade da autorização prévia para a entrada nas áreas de proteção, o Ideflor-bio vem fazendo a emissão de autorizações no próprio local, em caráter experimental. “É preenchido um pequeno formulário com informações básicas que descrevem o perfil do público usuário do parque”, explicou Edla Tavares, técnica do Ideflor-bio.

Com o primeiro mês de monitoramento e a implementação da autorização, o parque contabilizou 680 visitantes, sendo 97% turistas de cidades próximas e apenas 3% visitantes do próprio município de São Geraldo do Araguaia.

Por Denise Silva

Fonte: Agência Pará

Foi útil a notícia? Seja o primeiro a comentar.
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
O URL curto deste artigo é: https://wp.me/p49eYW-2l9

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Validar Operação * O limite de tempo está esgotado. Por favor, recarregue o CAPTCHA.