A importância da adoção de práticas de gestão na propriedade rural

O produtor rural brasileiro tem à sua disposição as melhores tecnologias para condução de sua lavoura, seja ela de cana, de grãos, ou de hortifrutícolas. Esta é uma das condições que aliada ao trabalho árduo dos nossos agricultores faz com que o Brasil seja reconhecidamente um dos maiores e mais eficientes produtores agrícolas mundiais.

planejamento estratégico de propriedades ruraisNo entanto, muitos produtores brasileiros ainda têm dificuldade de mensurar financeiramente o resultado do seu negócio. São poucos aqueles que realizam planejamento financeiro, controle de custos, controle de resultados, entre outras práticas que, assim como a correta adubação ou como o controle eficiente de pragas são de suma importância para o sucesso de qualquer atividade agrícola.

O produtor rural precisa adotar práticas de gestão para a condução profissional do seu negócio. Isso significa, por exemplo, que não basta apenas conhecer a sua produtividade, mas também quais são os seus custos. Não são raros os casos de produtores cujas lavouras alcançam altos índices de produtividade, porém, acompanhados de custos de produção muito elevados que inviabilizam o resultado financeiro positivo do negócio. Por isso a estruturação e o aprimoramento dos processos de gestão no campo são tão importantes. Eles proporcionam ganhos de competitividade e sustentabilidade do negócio agrícola no longo prazo. O produtor rural profissionaliza-se e torna-se um empresário rural.

As práticas de gestão envolvem ações como: acompanhamento de custos, utilização de fluxo de caixa e orçamento, conhecimento de questões tributárias e fundiárias, definições sobre o envolvimento familiar no negócio, entre outras.

Além disso, é importante que o empresário rural defina um planejamento de médio-longo prazo para o seu negócio. Tal planejamento deve incorporar a definição de objetivos futuros (o que plantar, o que deixar de plantar, onde investir, etc.), cronograma, resultados esperados, fontes de recursos e orçamentos. O empresário rural também deve buscar compreender as tendências dos produtos, insumos e tecnologias que utiliza ou pretende utilizar.

A adoção das práticas supracitadas de controle, registro e planejamento permitem que o empresário rural conheça a sua real rentabilidade, planeje o futuro, defina investimentos, corrija ações e, principalmente, suporte de maneira bastante segura a sua tomada de decisão.

E você, prezado leitor, como anda o seu controle de custos e de resultados? Você tem se planejado para o futuro? Você está mais para produtor ou para empresário rural? Pense nisso!

Fonte: Agro Distribuidor

Foi útil a notícia? Seja o primeiro a comentar.
O URL curto do presente artigo é: http://ruralbook.com.br/rbC0fHe

ruralbook

Rodrigo Fraoli – CEO Ruralbook / Designer / Especialista em MKT Digital para o Agronegócio.

* Saiba mais em #mktparaoagro – RURALBOOK *

Você pode gostar...

Seja o primeiro a comentar