INTL FCStone reduz previsão de produção de soja do Brasil em 2018/19

 

 

A consultoria INTL FCStone reduziu nesta sexta-feira, 1º de fevereiro, a sua previsão de produção de soja do Brasil na safra 2018/19 para 112,195 milhões de toneladas. Em janeiro, a projeção era de 116,256 milhões de toneladas. A nova previsão representa queda de 5,9% ante o ciclo anterior. A redução nas estimativas se deve a períodos de clima desfavorável.

“Após as primeiras semanas de dezembro bastante secas, o que já tinha motivado cortes, o clima no mês de janeiro também mostrou um padrão mais quente e seco em boa parte do Brasil, com destaque para a região mais central”, disse a FCStone, em relatório.

Conforme a consultoria, as chuvas foram irregulares no País, com o registro de muitos dias seguidos sem precipitações. A previsão de produtividade no Brasil foi cortada de 3,23 para 3,12 toneladas por hectare. Enquanto isso, a projeção de área diminuiu de 36,047 milhões para 36,012 milhões de hectares.

Segundo a analista de mercado da FCStone Ana Luiza Lodi, o cenário de baixa disponibilidade fez com que a consultoria reduzisse de 72 milhões para 68 milhões de toneladas a sua previsão de exportação. “Não fizemos ajustes no consumo interno, que deve ser favorecido pelo provável aumento da mistura de biodiesel no diesel para 11%”, explicou. “Diante de uma oferta mais restrita, os estoques de soja devem terminar o ano safra 2018/19, mais uma vez, abaixo de 1 milhão de toneladas.”

Foi útil a notícia? Seja o primeiro a comentar.
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
O URL curto deste artigo é: https://wp.me/p49eYW-5dZ

Você pode gostar...