Lucro da soja já bate os 60% no Brasil

Prêmios de exportação deverão continuar sustentados até a nova colheita, em 2021.

Imagem: Ivan Bueno/APPA

Segundo apurou a pesquisa diária do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada, da USP), os preços da soja no mercado físico brasileiro fecharam a sexta-feira (31.07) com preços médios da soja nos portos do Brasil sobre rodas para exportação subindo 1,36% nos portos, para R$ 119,12/saca (contra R$ 117,52/saca do dia anterior). Com isso o ganho acumulado nos portos neste mês ficou em 3,30%.

A T&F Consultoria Agroeconômica aponta que no Rio Grande do Sul o lucro da soja desta safra atinge 58,96%: “A comercialização da safra 2019/20 de soja está extremamente ressentida de ofertas, então o preço perde qualquer referência em relação à exportação. Soja futura no porto subiu mais R$ 1,50/saca, e da a safra 2021 já foram negociados cerca de 30% da safra gaúcha de soja. No Paraná preços da soja subiram forte nesta sexta-feira e lucro chega a 61,90%. No Centro-Oeste indústrias de óleo bem agressivas, exportadoras mais lentas”.

De acordo com a Consultoria ARC Mercosul, os prêmios de exportação da soja brasileira deverão continuar sustentados até a entrada de uma nova colheita, em 2021: “A escassez do grão para exportação manterá os preços aquecidos, mesmo com uma eventual recuada do câmbio. Já no milho, a colheita da safrinha segue atrasada com a desaceleração dos trabalhos de campo no Sul do país. Um total de 64.6% da área de safrinha já foi colhida no Brasil, contra 78,6% no mesmo período de 2019 e mantendo abaixo da média pela segunda semana consecutiva, que é definida em 67,3%”.

“Demanda firme e oferta restrita mantém bons prêmios para a soja no Brasil. Para 2021, destaque para retomada de compra chinesas nos portos brasileiros. Prêmios para 2021 subiram novamente esta semana (4º semana seguida). Brasil embarcou 1,83 milhão de toneladas na última semana, com compromissos de exportação chegando agora a 74,4 milhões de toneladas, alta de 41,7% em relação ao mesmo período de 2019, mantendo-se em nível recorde”, concluem os analistas da ARC Mercosul.

Fonte: Agrolink

Foi útil a notícia? Seja o primeiro a comentar.
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
O URL curto deste artigo é: https://wp.me/p49eYW-6fq

Você pode gostar...