MS: Carne bovina sobe 28,6% para consumidor e deve manter alta

Quem faz questão da carne bovina na mesa das festas de fim de ano pode preparar o bolso: o alimento ficou até 28,6% mais caro ao consumidor de Campo Grande nos últimos três meses e a tendência é de mais alta para o próximo mês, segundo reportagem na edição desta terça-feira (26) do jornal Correio do Estado. Um cenário atípico de manutenção da baixa oferta em dezembro, associado à demanda crescente, segundo especialistas, deve fazer com que as cotações da arroba no campo cheguem ao recorde histórico de R$ 110 – o que automaticamente chegará às gôndolas dos supermercados.

520x325 (1)Atualmente a arroba bovina está cotada a R$ 106 – valor já superior ao recorde de R$ 100, de 2011, e 9,27% maior que os R$ 97 praticados em novembro do ano passado. “E não há previsão de queda nem agora nem para todo ano de 2014. Estamos vivendo os reflexos do alto abate de matrizes – daqui para frente é só aumento”, ponderou o analista em mercado pecuário, Júlio Brissac.

Segundo a reportagem de Adriana Molina, nos últimos três anos, o abate de fêmeas ficou na média de 40% – índice considerado preocupante pelo mercado, pois compromete a produção futura de bezerros. E foi exatamente isso que aconteceu. A “explosão” desse efeito está acontecendo agora, em que, em pleno período de safra bovina, não há gado disponível nem no pasto nem nos confinamentos.

Fonte: Correio do Estado

Foi útil a notícia? Seja o primeiro a comentar.
O URL curto do presente artigo é: http://ruralbook.com.br/rbUH7tC

ruralbook

Rodrigo Fraoli – CEO Ruralbook / Designer / Especialista em MKT Digital para o Agronegócio.

* Saiba mais em #mktparaoagro – RURALBOOK *

Você pode gostar...

Seja o primeiro a comentar