Nova rota de escoamento da produção agricola

O mais promissor canal de escoamento da produção agrícola do Centro-Oeste pelo Norte do Brasil – o Complexo Portuário Miritituba, em Itaituba – será inaugurado mês que vem. Representantes da Bunge, empresa responsável pela construção do empreendimento, se reuniram nesta quarta-feira (12), com o governador Simão Jatene, para entregar o convite da inauguração.“Trata-se na verdade de dois grandes empreendimentos: uma estação de transbordo em Miritituba e um terminal portuário no porto de Vila do Conde”, explicou o vice-presidente da Bunge, Martus Tavares.

44916_97084Presente no Estado há mais de dez anos, a Bunge – uma das principais empresas de agronegócio e alimentos do Brasil – investiu cerca de US$ 170 milhões no empreendimento, que deve gerar cerca de 350 empregos diretos e indiretos, numa região em constante crescimento. O complexo portuário tem capacidade de escoamento de quatro milhões de toneladas de grãos por ano. “Pretendemos melhorar a logística da exportação de grãos, desafogando os portos e as estradas”, enfatizou Martus Tavares.

O titular da Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Mineração (Seicom), Davi Leal, que participou da reunião, afirmou que o investimento feito pela Bunge é muito positivo para o Estado, tanto na cadeia da soja, quanto na melhoria do sistema hidroviário. “Cada comboio de barcaças que vai trafegar pelo novo terminal pode transportar até 30 mil toneladas de grãos, substituindo mais de 800 caminhões que circulam nas estradas brasileiras”, estimou.

Simão Jatene demonstrou o apoio do Governo do Pará na implantação do empreendimento e solicitou uma visita ao complexo portuário antes da inauguração oficial, para que ele possa conhecer de perto como o sistema vai funcionar. O governador também solicitou aos representantes da Bunge que façam uma apresentação detalhada do projeto para o titular da Seicom. A apresentação deverá ocorrer na próxima semana.

Pacto pela Educação

Durante o encontro, o vice-presidente da Bunge também anunciou ao governador que a empresa será mais uma parceira do Pacto pela Educação, do governo do Estado. Segundo Martus Tavares, o interesse em apoiar o programa surgiu devido aos benefícios que o pacto oferece para o sistema de educação do Pará. “A Bunge desenvolve diversos trabalhos sociais em todos os lugares em que está presente, e no Pará escolhemos apoiar esse projeto devido à importância que ele tem e à seriedade com que é tratado. Decidimos nos unir no sentido de melhorar a qualidade da educação no Pará”, concluiu o executivo.

Fonte: Agência Pará

Foi útil a notícia? Seja o primeiro a comentar.
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
O URL curto deste artigo é: https://wp.me/p49eYW-ER

ruralbook

Rodrigo Fraoli - CEO Ruralbook / Designer / Especialista em MKT Digital para o Agronegócio. * Saiba mais em #mktparaoagro - RURALBOOK *

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Validar Operação * O limite de tempo está esgotado. Por favor, recarregue o CAPTCHA.