Oferta retraída impulsiona preços da soja no Brasil

Produtores estão priorizando o cumprimento dos contratos e avaliar perdas antes de disponibilizar novos lotes

Vendedores têm armazenado o grão, diante da recente queda na receita e das incertezas sobre a demanda chinesa(Foto: Thinkstock)

Os preços da soja, que vinham recuando desde o início do ano, passaram a subir nos últimos dias, impulsionados pela forte retração de produtores do mercado. A constatação é de pesquisadores do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/Esalq/USP).

Segundo eles, os agentes de mercado consultados apostam em novas valorizações do preço da oleaginosa, fundamentados nas irregularidades climáticas na América do Sul. “Outros vendedores, por sua vez, têm armazenado o grão, diante da recente queda na receita e das incertezas sobre a demanda chinesa.”

Os técnicos comentam que no geral, os produtores estão preocupados em cumprir contratos já realizados e, por isso, preferem avaliar o volume colhido, para depois disponibilizar novos lotes. O Indicador ESALQ/BM&FBovespa da soja Paranaguá (PR) registrou alta de 2,6% entre 18 e 25 de janeiro, indo para R$ 77,68/saca de 60 kg na sexta-feira, 25. No mesmo comparativo, o Indicador CEPEA/ESALQ Paraná subiu 2,8%, a R$ 72,80/saca de 60 kg.

preços-soja-cepea (Foto: Reprodução Cepea)
Foi útil a notícia? Seja o primeiro a comentar.
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
O URL curto deste artigo é: https://wp.me/p49eYW-5cj

Você pode gostar...

×