Operação do Ibama apreende cerca de 18 mil m³ de madeira ilegal

A quantidade do produto florestal apreendida em um mês de fiscalização supera apreensão de 2012

Aproximadamente 18 mil m³ de madeira ilegal foram apreendidos desde o início de fevereiro durante a operação ‘Onda Verde’, nos municípios de Santarém, Anapu, Uruará e Novo Progresso. A quantidade do produto florestal apreendido equivale a 720 caminhões cheios de madeira, superando, em apenas um mês de fiscalização no oeste paraense, o volume de madeira em tora ilegal tirado de circulação em 2012 em todo o Pará, que foi de 10,5 mil m³.

Imagem: Portal ORM

Imagem: Portal ORM

O anúncio do resultado recorde foi feito nesta terça-feira (05) pelo superintendente do Ibama no estado, Hugo Américo, durante a Oitava Reunião do Comitê Gestor do Programa Municípios Verdes, que acontece até amanhã em Santarém.
Além das apreensões no Curuatinga (oito mil m3) e no rio Pacajá (dois mil m3), o Ibama localizou, nesta segunda-feira (04), cerca de oito mil m3 de árvores derrubadas ilegalmente em uma fazenda, a 90 km de Anapu.’Em um única área de estocagem, os fiscais apreenderam 100 toras’, revelou o superintendente.

‘Esperamos um volume recorde de apreensões em 2013. Os resultados do início do ano indicam isso e demonstram o acerto da estratégia de colocar o Ibama em campo no período chuvoso’, disse Hugo, ao falar aos cerca de 150 participantes do evento, entre eles dezenas de secretários municipais de Meio Ambiente e representantes de entidades federais e estaduais envolvidas no processo de regularização ambiental no Pará.

Pela primeira vez, o Ibama antecipou para fevereiro as operações de combate ao desmatamento ilegal na Amazônia, que costumavam começar em meados de abril, com o fim da estação das chuvas. ‘Tradicionalmente se derrubava a floresta no período da seca na Amazônia. Mas percebemos essa mudança de comportamento nos infratores e nos adaptamos’, explica o superintendente. No Pará, a Onda Verde conta com cerca de 100 homens, três helicópteros e apoio do Batalhão de Polícia Ambiental, Ministério do Trabalho e da Força Nacional. A operação acontece ainda no Mato Grosso, Amazonas e em Rondônia.
Fonte: Portal ORM

Foi útil a notícia? Seja o primeiro a comentar.
O URL curto do presente artigo é: http://ruralbook.com.br/rbSpcLO

ruralbook

Rodrigo Fraoli – CEO Ruralbook / Designer / Especialista em MKT Digital para o Agronegócio.

* Saiba mais em #mktparaoagro – RURALBOOK *

Você pode gostar...

Seja o primeiro a comentar