Plano Pará Sustentável é discutido com empresários – Agência Pará

77772_246442O governo do estado dá prosseguimento a série de encontros institucionais com o empresariado, para alinhar estratégias que promovam o desenvolvimento econômico e social sustentável do estado do Pará, com foco na preservação ambiental. Na manhã desta quinta-feira, 27, o governador Simão Jatene participou de duas reuniões com empresários do setor mineral, agronegócio e serviços. Os encontros aconteceram no Palácio do Governo, em Belém.

A aplicação do plano Pará Sustentável foi o tema central da conversa com os representantes. A estratégia do governo é trabalhar a aplicação do planejamento em parceria com as empresas, de forma colaborativa e institucionalizada, a fim de que as medidas sejam perenes e não fiquem vulneráveis a mudanças na gestão pública. “O desenvolvimento sustentável não é o caminho apenas para a Amazônia, é um caminho global. O que pretendemos formular está pautado na redução das desigualdades sociais, não apenas na redução da pobreza”, destacou o governador ao defender o fortalecimento de parcerias. “Não queremos expectadores, queremos co-responsáveis”, completou.

Na ocasião, o governador festejou a participação do Pará na III Conferência das Nações Unidas para a Habitação e o Desenvolvimento Urbano Sustentável, realizada em Quito, capital do Equador, a cerca de duas semanas. “Conseguimos incluir a Amazônia na agenda urbana global, e isso é um grande avanço. Tivemos a oportunidade de debater os problemas urbanos que afligem essa região que é cercada de mitos”, afirmou Jatene ao lembrar que existe quem defenda que a região Amazônia não deveria ser habitada.

“Isso parece uma coisa caricata, mas é muito séria, pois muita gente acredita que não deveria ter pessoas morando na Amazônia. Isso só reforça a necessidade de trabalharmos juntos, ancorados no que existe de melhor na área do conhecimento, para desenvolver essa região, respeitando o meio ambiente e promovendo melhor qualidade de vida para a população”, reiterou Simão Jatene.

A secretária Extraordinária de Estado de Gestão Estratégica, Noêmia Jacob, explicou que a pretensão governamental é investir em uma governança compartilhada, com integração entre governo, empresas e sociedade civil. Por se tratar de uma iniciativa inovadora, Noêmia defendeu a importância da colaboração de todos para que a resolução dê certo. “Não temos notícia de nenhuma experiência com governança compartilhada como a que buscamos realizar”, disse.

Os empresários pontuaram diversas questões, festejaram o estreitamento de relações e discussões entre setor público e privado, e se comprometeram em colaborar para que a gestão compartilhada seja bem sucedida. Ao final das reuniões ficou acordado o compromisso de criar grupos de trabalho para discutir as peculiaridades de cada região de acordo com o setor produtivo; fóruns de discussão com o governo e a realização de reuniões periódicas.

Participaram do encontro a presidente do Instituto Dialog, Liane Freire, e os representantes das empresas Hydro do Brasil – Norsk Hydro, Eletronorte, Bunge, Cargill, TGPM -Terminal de Grãos Ponta da Montanha, Mineração Buritirama, Fertilizantes Tocantins, Unirios, Louis Dreyfus, Bertoline, Hidrovias do Brasil, Brick Logística, Reicon e Chibatão Navegações.

A aproximação do governo estadual com os empresários começou a ser fortalecida no início deste ano, com a apresentação do governador Simão Jatene do seminário “Pará 2030 – Um mundo de oportunidades”, realizado na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), em São Paulo.

(Com a colaboração de Lidiane Sousa – Secom)

Por Dani Filgueiras

Fonte: Agência Pará

Banner rodapé fornecedor

Foi útil a notícia? Seja o primeiro a comentar.
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
O URL curto deste artigo é: https://wp.me/p49eYW-2Tk

Você pode gostar...