Preços da soja sobem até R$ 2 por saca em algumas praças do país

Valores acompanham elevação registrada na quinta-feira na Bolsa de Chicago e no dólar. Nesta sexta, o câmbio abriu com alta de 2%. Confira como está o mercado!

Cotação da soja

Em época de colheita de soja a melhor notícia que um produtor poderia ter é que o preço da soja subiu. Claro, que o patamar não é o desejado, já que os preços ainda estão bastante abaixo dos valores praticados meses atrás, mas já é alguma coisa. Os preços da soja subiram nas principais praças do país, acompanhando a elevação nos contratos futuros de Chicago e do dólar. Algumas praças apresentaram alta de até R$ 2 por saca, favorecendo os negócios.

Chicago e câmbio na quinta

Os contratos futuros da soja negociados na Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT) fecharam a quinta-feira com preços mais altos. A previsão de chuvas excessivas nos próximos meses no cinturão produtor dos Estados Unidos trouxe preocupação aos produtores e garantiu a elevação, mesmo com as fracas vendas americanas na semana.

Os contratos da soja em grão com entrega em maio fecharam com alta de 4,50 centavos de dólar ou 0,49%, a US$ 9,10 por bushel. A posição julho teve cotação de US$ 9,24 por bushel, ganho de 4,75 centavos ou 0,51%.

Nos subprodutos, a posição maio do farelo fechou com alta de US$ 3,70 ou 1,18%, sendo negociada a US$ 315,30 por tonelada. No óleo, os contratos com vencimento em maio fecharam a 29,10 centavos de dólar, com perda de 0,17 centavo ou 0,58%.

O dólar comercial também encerrou a sessão com alta de 0,90%, sendo negociado a R$ 3,8010 para venda e a R$ 3,7990 para compra. Durante o dia, a moeda norte-americana oscilou entre a mínima de R$ 3,7650 e a máxima de R$ 3,8380.

Mercado físico

Em Passo Fundo (RS), a saca de 60 quilos subiu de R$ 72 para R$ 74. Na região das Missões, a cotação avançou de R$ 71,50 para R$ 73,50 a saca. No porto de Rio Grande, preços passaram de R$ 77,50 para R$ 78,50.

Em Cascavel, no Paraná, o preço subiu de R$ 72 para R$ 73. No porto de Paranaguá (PR), a saca avançou de R$ 77 para R$ 79.

Em Rondonópolis (MT), a saca ficou em R$ 69. Em Dourados (MS), a cotação subiu de R$ 69 para R$ 70,50. Em Rio Verde (GO), a saca passou de R$ 68 para R$ 69,50.

Vendas

Levantamento de Safras & Mercado indica que 50 mil toneladas foram negociadas no Rio Grande do Sul. Outras 70 mil toneladas foram vendidas no Paraná. No Mato Grosso, em Minas e em Goiás, 10 mil toneladas foram transacionadas em cada um dos estados.

Chicago e câmbio nesta sexta

Os contratos da soja em grão registram preços próximos à estabilidade nas negociações da sessão da Bolsa de Chicago nesta sexta-feira, dia 22. Em sessão volátil, o mercado oscila entre os territórios positivo e negativo, diante das incertezas em relação à disputa comercial entre os Estados Unidos e a China, afirma a consultoria Safras & Mercado.

Os contratos com vencimento em maio de 2019 operam cotados a US$ 9,10 por bushel, retração de 0,50 centavo de dólar por bushel ou 0,05%.

O dólar também abriu o dia em alta, negociado a R$ 3,8820 para venda e a R$ 3,8780 para compra, alta de 2%. A moeda norte-americana oscilou entre a mínima de R$ 3,8620 e a máxima de R$ 3,8820.

Font: CanalRural

Foi útil a notícia? Seja o primeiro a comentar.
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
O URL curto deste artigo é: https://wp.me/p49eYW-5pl

Você pode gostar...

× Falar com Ruralbook