Produção de peixe no Pará é debatida em reunião na Sepaq

O levantamento de dados sobre a produção de pescado no Estado foi o tema de uma reunião entre a Secretaria de Estado de Pesca e Aquicultura, a Superintendência Federal da Pesca e a Federação dos Pescadores do Pará, realizada nesta quinta-feira, 19, na sede da Sepaq, em Belém. O objetivo é melhorar as estatísticas do setor pesqueiro no Estado. “Queremos fazer uma troca de experiências, fornecendo dados da superintendência para a Sepaq. Em troca, nós também teríamos acesso ao banco de dados da secretaria”, explicou Nadia Hellen, superintendente Federal da Pesca no Pará.

peixes (1)O Pará tem, hoje, cerca de 250 mil pescadores cadastrados no Ministério da Pesca. Só este ano foram emitidas 15 mil novas carteiras para a categoria no Estado. Segundo a Superintendência Federal da Pesca, estão sendo construídos dois terminais pesqueiros no Pará, atualmente. Um deles fica na Rodovia Arthur Bernardes, em Belém, e a previsão é que seja inaugurado no mês de julho de 2014.

A Secretaria de Estado de Pesca e Aquicultura também capacitou, este ano, cerca de 1.800 pessoas. Elas receberam principalmente cursos de piscicultura. “O resultado desse trabalho é a geração de renda para essas famílias com a venda do peixe criado em cativeiro”, explicou Edinaldo Ramos, secretário adjunto de Pesca. Durante a reunião, a Sepaq se comprometeu a colaborar com a Superintendência Federal da Pesca. Também participou do encontro o presidente da Federação dos Trabalhadores da Pesca do Pará, Orlando Lobato.

Fonte: Agência Pará

Foi útil essa informação? Comente e Compartilhe.

Foi útil a notícia? Seja o primeiro a comentar.
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
O URL curto deste artigo é: https://wp.me/p49eYW-E4

ruralbook

Rodrigo Fraoli - CEO Ruralbook / Designer / Especialista em MKT Digital para o Agronegócio. * Saiba mais em #mktparaoagro - RURALBOOK *

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Validar Operação * O limite de tempo está esgotado. Por favor, recarregue o CAPTCHA.