Rodovias do Pará estão liberadas e abastecimento deve ser normalizado nos próximos dias

Vinte pontos que estavam interditados nas rodovias estaduais devido à greve dos caminhoneiros foram liberados. O sistema de segurança pública informa que em oito horas de operação e negociação com os grevistas chegou a um acordo para o desbloqueio.

A estimativa é de que 5 mil caminhões retornaram às suas rotinas ainda durante a noite de quarta-feira, 30. Um dos pontos mais críticos para a descentralização dos manifestantes foi no KM 25 da BR 316, próximo à entrada da ilha de Mosqueiro. Somente lá, cerca de 500 caminhões deixaram o local de interdição.

A previsão é que em até 72 horas os combustíveis voltem às bombas de postos em todo o estado, e em até uma semana os produtos alimentícios devem estar normalizados.

A Operação para a desobstrução dos bloqueios foi realizada por agentes de segurança do Exército, Secretaria de Estado de Segurança Pública (Segup), através da Secretaria Adjunta de Gestão Operacional (SAGO); Polícia Militar, por meio do Batalhão de Policiamento Rodoviário (BPRV), Polícia Rodoviária Estadual e Federal, além do Grupamento Aéreo de Segunda Pública (Graesp).

Os 20 locais desobstruídos no Pará integravam os 1.460 pontos bloqueados pelos caminhoneiros em todo o Brasil. Hoje restam apenas 65 no País, um deles no Pará, mas em uma rodovia federal, a BR 163. “Em todo o País as forças de segurança se uniram, e com esse esforço integrado e alinhado foi possível realizar o desbloqueio sem conflitos. Nesse sentido consideramos que os resultados foram excelentes”, avalia o titular da SAGO, Coronel André Cunha.

Ele destaca que o Pará é um bom exemplo dessa integração. “Tanto as duas missões de saídas de comboios de combustíveis quanto o desbloqueio é fruto de uma ação conjunta onde o apoio das Forças Armadas, em especial o Exército, foi fundamental para que ocorressem sem conflitos. Tivemos excelentes resultados à base de negociação com os comandos grevistas nos locais de bloqueio para atuar com nossa proteção a quem queria retornar ao trabalho”, explica Cunha.

Segundo André Cunha, muitos caminhoneiros estavam parados por ordem do comando grevista. “Quando nós chegamos ao local, oferecemos segurança para que eles fizessem o que achavam correto; eles se sentiram confiantes e protegidos para se deslocarem. Com a liberação do primeiro ponto, houve o efeito cascata em todo o Estado”, afirmou.

Combustíveis – A previsão dos distribuidores repassada à Segup é de que em até 72 horas os combustíveis voltem às bombas dos postos de combustíveis em todo o estado. Esse tempo é necessário pela logística que envolve o transporte para os municípios mais  distantes, muitos deles abastecidos por meio de barcos, como é o caso do arquipélago do Marajó.

Ceasa – Em relação aos hortifrutigranjeiros, ainda na noite de quarta-feira, 50 caminhões acessaram a Ceasa do Pará, mas com muitos produtos já sem condições de consumo. Os caminhões retornaram para reabastecimento e as operações na Ceasa devem ser normalizadas de 4 a 5 dias.

Cirurgias – A Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) informa que a partir de segunda-feira, 4, todas as cirurgias eletivas serão realizadas normalmente. A Sespa ressalta ainda que há baixa no estoque de sangue da Fundação Hemopa. Diante disso, a Secretaria faz um apelo aos doadores para que se dirijam ao Hemopa e assim, reforçar a quantidade de bolsas de sangue no hemocentro estadual.

Água – A Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa) informa que só parte dos produtos para o tratamento da água chegaram ao destino. O restante ainda está em deslocamento. A Cosanpa acredita que tudo se normalize nos quatro municípios atingidos (Itaituba, Conceição do Araguaia, Dom Eliseu e Bragança) na próxima segunda-feira, 4.

Repost: Agência Pará por Aline Saavedra

Foi útil a notícia? Seja o primeiro a comentar.
O URL curto deste artigo é: https://wp.me/p49eYW-4YG

ruralbook

Rodrigo Fraoli - CEO Ruralbook / Designer / Especialista em MKT Digital para o Agronegócio. * Saiba mais em #mktparaoagro - RURALBOOK *

Você pode gostar...