Soja cai forte no Brasil sem compras chinesas

“Aparentemente os asiáticos não querem estourar os preços e comprarão devagar”

Segundo apurou a pesquisa diária do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada, da USP), os preços da soja no mercado físico brasileiro fecharam a segunda-feira (16.12) com preços médios da soja nos portos do Brasil sobre rodas para exportação caindo 1,33%, para a média de R$ 86,79/saca (contra R$ 87,96/saca do dia útil anterior).

“A forte queda de 1,15% do dólar no Brasil, somada à ausência da China anularam a alta de 1,59% da soja em Chicago e não evitou a forte queda dos preços oferecidos pelos compradores sobre rodas nos portos do sul do Brasil ou seus equivalentes em outros estados”, apontam os analistas da T&F Consultoria Agroeconômica.

No interior, também, o preço médio caiu 0,42%, para R$ 82,76/saca (contra R$ 83,11do dia anterior). Com isto, o acumulado do mês aumentou a queda para 3,63% nos portos e de 2,50% no interior, segundo a pesquisa do Cepea.

CHINA

Ainda de acordo com a T&F, não foram reportadas atividades da China nesta segunda-feira, em nenhum mercado: “Aparentemente os asiáticos não querem estourar os preços e comprarão devagar, como já previmos na semana passada. Autoridades do Brasil e da China avançam para a exportação de farelo de soja”.

No mercado intermediário de Paper de Paranaguá, também não se soube de nenhum negócio reportado. Os prêmios FOB nos portos brasileiros pedidos pelos vendedores recuaram 4 cents/bushel para Fevereiro situando-se em 68H, 21 cent para março para 56H, recuou 2 cents para abril para 47K, caiu 2 cents para maio para 55K, recuou 5 cents para junho para 45N e subiu 1 cent para julho para 59N.

Fonte: Agrolink

Foi útil a notícia? Seja o primeiro a comentar.
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
O URL curto deste artigo é: https://wp.me/p49eYW-5PD

Você pode gostar...