Verão requer mais cuidados no manejo das vacas leiteiras

Verão requer mais cuidados no manejo das vacas leiteiras
Pixabay

Conheça práticas de manejo que promovem controle térmico e asseguram mais bem-estar e produtividade ao rebanho

O período de verão apresenta desafios significativos para a saúde dos animais na fazenda leiteira. A combinação de calor intenso e chuvas requer uma atenção redobrada ao manejo, visando garantir o bem-estar do rebanho e, consequentemente, a produtividade do negócio.

Durante esta estação, é comum observar um aumento na incidência de mastite, uma inflamação na glândula mamária das vacas. Além disso, o calor altera os hábitos alimentares dos animais, o que, se não controlado adequadamente, pode prejudicar a imunidade e a produção de leite.

Confira as orientações de boas práticas para a fazenda leiteira durante a estação mais quente do ano. O objetivo é preservar o bem-estar animal e a produtividade da propriedade.

Cuidado com o Ambiente: Cuidado com o pasto úmido ou com a terra encharcada com excesso de esterco e barro. As bactérias que crescem neste tipo de ambiente podem entrar pelo orifício do teto (esfíncter) da vaca quando ela deita sobre o solo. É uma porta aberta e perigosa para o processo infeccioso e inflamatório da mastite;

Alimentação Adequada: Administre o tamanho dos lotes de comida para se ajustar às mudanças no consumo da ração durante as diferentes etapas do dia;

Manejo da Silagem: No calor, as silagens devem ser misturadas ou fornecidas pelo menos duas vezes ao dia para evitar o aquecimento do alimento no vagão e no cocho, o que pode fazer com que as vacas comam menos e, assim, produzam menos leite. Nas áreas de alimentação externa é importante haver sombra sobre o cocho e também em outros locais. Isso incentiva as vacas a comerem durante o dia;

Controle Térmico: Use ventiladores e aspersores de água (que molham o pelo da vaca). Esta prática ajuda no controle térmico porque refresca o animal no curral, nas áreas de descanso e nas de alimentação. Consequentemente, controla o estresse e auxilia na imunidade do rebanho. É fundamental associar a água com o vento, pois o processo de evaporação é quem remove o calor do animal;

Balanceamento Nutricional: Faça um balanceamento adequado das rações com novas forragens, que devem ser analisadas para equilibrar o suprimento nutricional. Com a alimentação de verão o equilíbrio dos minerais, como o nível de potássio no organismo, é levemente alterado para levar em conta não apenas a composição de nutrientes das novas forragens, mas também o estresse que o calor provoca;

Fornecimento de Água: Garanta que as novilhas no pasto tenham forragem adequada e bastante água limpa e fresca. Isso é extremamente importante para o controle da temperatura e do estresse no animal;

Controle de Parasitas: Mantenha em dia o controle de carrapatos e demais parasitos, evitando impactos sobre o desenvolvimento dos animais.

Adotar essas medidas contribui para a saúde e o desempenho do rebanho, garantindo uma produção leiteira mais eficiente mesmo durante os meses mais quentes do ano.

Por: Agrolink

Mais Agronotícias